Moderna e de sofisticação discreta, conheça a joalheria de Ivana Izoton.

Foi a partir de um par de brincos longos de pérolas barrocas, sua primeira joia, que Ivana Izoton viu sua marca se firmar no cenário da joalheria contemporânea. Idealizada em território capixaba, Ivana decidiu seguir um caminho diferente ao da sua família, rodeado pela moda, e desde 2015 assume a posição de designer de joias com sua marca repleta de coleções de sucesso.

Esteta por natureza e curiosa por vocação, assim é Ivana. Formada em design de moda e em design de interiores, a designer percorreu vasto caminho no aprendizado envolto à área do marketing de moda e comportamento de consumo, como denota sua passagem pela Faculdade Getúlio Vargas, ao estudar negócios da moda, e no Instituto Marangoni, em Milão, ligado ao marketing de moda. Estudou também artes plásticas e ourivesaria, especializações que refletem diretamente no traço de suas criações.

A mistura de metais e texturas são incorporadas cautelosamente às criações minimalistas, modernas e de sofisticação discreta, tanto para o dia como para a noite. A contemporaneidade é seu elemento principal e as joias recebem influência das artes e da arquitetura - fundamental para a exuberância e simplicidade da marca.

Brincos, pingentes, colares, alianças e anéis de ouro e prata integram a vitrine da loja. Conta também com uma coleção especial feita em parceria com o escultor Janio Leonardelli, nomeada Esculturas para Vestir. Dessa colaboração, surgem, em conjunto com a seda, as esculturas de bronze, que se tornam colares, gargantilhas e braceletes – presentes no desfile de Adriana Candido, na edição de 2017 do Vitória Moda, no Espírito Santo.

Dentre suas coleções, alguns dos destaques ficam por conta das pérolas modernas e versáteis incorporadas aos brincos da série IVA, carro-chefe da label. Outra coleção de destaque na trajetória da designer, a Furōto, que em japonês significa flutuar, traz pérolas flutuando sobre hastes de ouro 18k, nas versões ouro branco e rosé.

Ivana também cria joias usando gemas naturais brasileiras, como turmalinas, quartzos e águas marinhas, valorizando lapidações nada tradicionais e minimalistas, com facetas mais retas e modernas. Por fim, a designer traz o brilho da prata em conjunto com o ouro à SOMMA, coleção composta por brincos, anéis e colares feitos com uso de filetes, chapas e, principalmente, gotas de ouro e à Tubi, coleção de joias feitas em prata texturada, ouro amarelo e diamantes.